︎  / ︎︎  / ︎           

Chora Chuva


16 baldes, 06 mesas, 02 bancos, 16 auto-falantes, 8 amplificadores estéreo, cabos e água
dimensões variáveis


Motta&Lima

2014


A obra é composta por uma série de baldes de plástico com água, posicionados sobre mesas na tentativa de conter precária e provisoriamente uma situação instável, supostas goteiras dentro do espaço expositivo. Em cada recipiente há um auto-falante que ao emitir sinais e impulsos provocam vibrações na água, emulando o gotejar sobre sua superfície, recriando visual e sonoramente a recepção das goteiras.

Chora Chuva apresenta uma situação de conflito que ao atingir sua tensão máxima, gotas invadindo o espaço interno, deve ser consertado. Na instalação a água surge como condição de transformação, de transição, combinada há uma relação íntima, o ambiente interno, neste caso, o espaço de exposição.

 

Installation, variable dimension
16 buckets, 06 tables, 02 seats, 16 speakers, 8 stereo amplifiers, cables and water

The work is composed of a series of plastic buckets with water, placed on tables in an attempt to contain precariously and provisionally an unstable situation, supposed leaking inside the exhibition space. In each container there is a speaker that emits signals and impulses that cause vibrations in the water, emulating the dripping on its surface, visually and sonorously recreating the reception of the drips.

Chora Chuva presents a situation of conflict that when reaching its maximum tension, drops invading the internal space, must be repaired. In the installation water appears as a condition of transformation, transition, combined with an intimate relationship, the internal environment, in this case, the exhibition space.
.
Exposição: “Vancouver Biennale”, 2014
Shipbuilder's Square, Vancouver, CA
Motta+Lima, a primeira publicação monográfica sobre a obra desenvolvida em parceria por Leandro Lima e Gisela Motta durante 20 anos.
.
Editado pela [Publisher] Cobogó, o volume conta com textos de [texts by] Galciani Neves e Paulo Miyada, entrevista de [interview by] Luana Fortes com os artistas, editoração chefe de [chief editor] Isabel Diegues, edição de [editor] Aïcha Barat, gerência de produção de [production manager] Melina Bial, realização de [made possible by] Ybytu e Galeria Vermelho, revisão de [proofreader] Divina Prado, revisão final de [final proofreader] Carolina Rodrigues, projeto gráfico do [graphic design] Estúdio Campo (Paula Tinoco e Roderico Souza) e impressão e tratamento de imagens da [printing and image treatment] 
Ipisis Gráfica e Editora.